LINDA DE MORRER: Como se diz em inglês?

LINDA DE MORRER: Como se diz em inglês?

Drop-dead gorgeous


"Drop-dead gorgeous" significa lindo de morrer ou linda de morrer em inglês. Alguém de uma beleza absolutamente estonteante, de parar o trânsito, de cair o queixo, de tirar o fôlego. Um homem boa pinta ou uma mulher linda de morrer em inglês. Ou seja, uma pessoa extremamente bonita e atraente em inglês. Já viu alguém assim pessoalmente?

What does mean "drop-dead gorgeous"? "Drop-dead gorgeous" is an informal expression. The definition or meaning is "to be stunningly beautiful; breathtakingly beautiful; extremely attractive". Another meaning would be "to be too way hot or gorgeous; absolutely ravishing".

  1. She is the most drop-dead gorgeous woman I'll ever see / Não vou ver na vida uma mulher mais linda de morrer do que ela.
  2. She´s different from what's out there, not to mention being drop-dead beautiful / Ela é diferente das outras, sem mencionar que ela é linda de morrer.
  3. In a range from pretty to drop-dead gorgeous, where would she fall? / Numa escala de bonita até linda de morrer, onde ela encaixaria?
  4. I believe she´s going to look absolutely ravishing in any outfit / Eu acho que ela vai ficar linda de morrer em qualquer tipo de roupa.
  5. Hey, who's that drop dead hottie out there? / Ei, quem é aquela delícia linda de morrer ali?

O que significa "drop dead" em inglês?

    "To drop dead" significa cair morto em inglês, morrer repentinamente, bater as botas (to kick the bucket; to die suddenly), como verbo. Como adjetivo "drop-dead" significa "sensacional, incrível, de perder a cabeça, de cair o queixo, de perder o fôlego, de morrer". Já como interjeição, "Drop dead!" significa "Vai pro inferno!", "Vá ver se estou na esquina!", "Vá pentear macacos!", "Vá catar coquinho!", "Vá plantar batatas!", "Vá à merda!", geralmente é expressa quando alguém perde a paciência e se irrita com outra pessoa. Repare na forma imperativa do verbo, você está "mandando" alguém ir se lascar ou se danar pra lá.

  • Drop dead! / Vá se danar! | Não enche o saco!
  • That´s a drop-dead dress! / Esse vestido é demais! (sensacional)
  • She dropped dead while I was looking at her as dead as doornail / De repente ela caiu mortinha da silva no chão enquanto eu olhava pra ela.
  • He was just walking down the street and then dropped dead / Ele simplesmente descia a rua e, daí de repente, caiu morto no chão.

O que significa o título da série de TV "Drop dead Diva" em inglês?

  • Drop dead Diva série de TV"Drop dead Diva" é o título de uma série de TV americana e, parece haver um trocadilho de palavras ou, no mínimo, um duplo sentido, já que o enredo é sobre uma diva (prima-dona, a estrela principal, uma mulher formosa), ou seja, uma mulher linda de morrer (drop-dead gorgeous woman) que um dia então, de repente, cai morta no chão (drop dead), mas volta à vida no corpo de uma outra mulher não tão linda de morrer assim. Portanto, "Drop dead Diva" pode significar "A diva que caiu morta", "Uma diva de morrer" ou "Vá pro inferno sua Diva" talvez o personagem seja uma megera (forcei a barra), sei lá. Ou a série tem a ver com a transformação que destaca o fato de que pra ser um diva (uma mulher poderosa e confiante que é o centro da atenção) não é preciso ser linda de morrer ("drop-dead gorgeous"). Ou pode significar um pouquinho de cada coisa, vai saber. Às vezes nem o próprio americano faz ideia. Segundo o Urban Dictionary, é uma das piores séries de TV. Mas, gosto não se discute, conheço muita gente que não gosta de Game of Thrones, e é a série de maior sucesso no momento, mas não é porque todo mundo gosta que você tem que gostar, e vice-versa.

TRATANTE: Como chamar alguém assim em inglês?

Flake | Flaky person

"Flake (AmE)" é a palavra mais apropriada que encontrei em inglês para "tratante", apesar de originalmente “flake” ter outros significados. Informalmente “flake” também tem o significado de pessoa maluca, louca, doida, excêntrica (oddball), "cabeça de vento" (scatterbrained). A forma adjetiva da palavra é “flaky” ou “flakey”. Portanto, “flaky person” significa uma pessoa tratante, no plural, “flaky people”, pessoas tratantes.

What does mean "flake/flaky people"? "flake/flaky people" are nouns. The definition or meaning is "someone who makes plans or decisions and does not follow through and/or cancels on others who are waiting and/or depending on them". Another meaning or synonym would be "scatterbrained, eccentric, odd, strange (about a person)".

Qual é o significado da palavra “flake” em inglês?

Flake” como substantivo significa floco; centelha; lâmina; lasca; camada; chispa; fagulha; faísca; cravo; andaime; escama (peixes). Como verbo, “to flake” significa lascar; escamar; descamar-se; cobrir-se com fragmentos; fender-se em lascas; cobrir de flocos. Porém, coloquialmente “flake” significa pessoa instável e não confiável, ou seja, o nosso típico tratante. E como gíria “flake” também significa cocaína.

Qual é o significado da palavra “tratante” em português brasileiro?

Tratante é alguém que tem a fama de assumir compromissos ou fazer planos, porém mais tarde falha em cumpri-los ou não comparece ao lugar combinado sem dar, muitas vezes, qualquer satisfação para a sua ausência, ao contrário, torna-se incomunicável. Tratante é uma pessoa sem palavra e pouco confiável que invariavelmente causa muita irritação ou frustração pra quem conta com ela. Geralmente é uma pessoa imatura que reclama por ter poucos ou nenhum amigo em vez de reconhecer o seu comportamento errático. Quando confrontada sobre seus “canos”, tende a inverter a situação e se colocar de vítima, preferindo renunciar ao relacionamento do que remediar a sua grave falha de caráter. Você conhece alguém assim? Então, ela é uma pessoa tratante.

  1. I have zero tolerance for flakes / E tenho tolerância zero com gente tratante.
  2. That flake bailed on me at the last minute / Na última hora aquele tratante me deixou na mão.
  3. I've never met someone so flake as John / Nunca conheci alguém tão tratante quanto o João.
  4. We knew John wouldn't show up 'cuz he's a flake / Nós sabíamos que o João não ia aparecer porque ele é um tratante.
  5. Anne is such a FLAKE... she was supposed to be here an hour ago / A Ana é uma TRATANTE ... era pra ela já ter chegado aqui há uma hora atrás!
  6. We made plans for saturday night and she came up with an excuse why she couldn't show up. She is a flake / Fizemos planos pra sábado à noite e ela apareceu com uma desculpa do porquê ela não poderia vir. Ela é uma tratante.
  7. Is just my opinion or is she really a flaky person / É apenas a minha opinião ou ela é mesmo uma pessoa tratante?
  8. Only you showed up to play soccer, I have only flaky friends / Só você apareceu pra jogar bola, eu só tenho amigos tratantes.
  9. Politicians in Brazil has a lot of flaky ideas about taxes / Os políticos do Brasil tem um monte de ideias malucas sobre impostos.

Qual é o significado do phrasal verbto flake out” em inglês?

    "To flake out" significa dar pra trás, desistir do combinado ou voltar atrás em algum plano, tarefa ou negócio anteriormente combinado ou já confirmado, geralmente de última hora. Roer a corda, ou seja, faltar a uma promessa, furar a um compromisso. Desfazer um negócio, um contrato. Decidir não fazer o que disse que faria. Comportar-se tipicamente como um tratante. Atenção! "Flake out" tem outros significados, como verbo também significa desmaiar de cansaço, cair na cama exausto e como substantivo pode significar desapontamento, decepção.

  • I hate to flake out on them again, but I'm just too tired to go out tonight / Odeio furar com eles de novo, mas estou cansado demais pra sair à noite.
  • She flaked out in her chair / Ela dormiu de cansaço na sua poltrona.
  • The play was a flake out / A peça foi uma decepção.

Qual é o significado do phrasal verbto back out” em inglês?

    "To back out" significa voltar atrás, recuar. Também retirar-se, desistir de um empreendimento, quebrar uma promessa.

  • You agreed to come. You can't back out now / Você concordou em vir. Não pode dar pra trás agora!
  • They backed out of the deal the day before they were due to sign the contract / Eles deram pra trás no negócio um dia antes de assinar o contrato.
  • I promised to help and I’m not backing out now / Eu prometi ajudar, agora não vou dar pra trás.
  • Some people just can't say no, so they say yes in the beginning, then back out / Algumas pessoas simplesmente não conseguem dizer não, portanto dizem sim no início, e depois dão pra trás.

O que é preciso para aprender um novo idioma?

Para aprender um novo idioma é preciso ir além do ensino formal e institucionalizado da língua. Humildade, paciência, persistência e constância. Seja como um criança. Aprenda o básico e um passo de cada vez.

O que é preciso para aprender um novo idioma?

Para aprender um novo idioma é preciso ir além do ensino formal e institucionalizado da língua. Alguns outros fatores precisam ser levados em consideração. E um dos principais fatores é que você terá que se abrir e se dispor a aprender sobre uma cultura diferente, pois a cultura de um povo se reflete em sua língua. E isso é tão essencial quanto aprender o vocabulário ou a gramática desse novo idioma.

Por exemplo, você pode aumentar seu conhecimento sobre a cultura das pessoas que falam a língua que você quer aprender? Descubra em quais países essa língua é falada. Quais são as características e os costumes mais marcantes das pessoas desses países como etnia, culinária, arte, música, esporte, política, economia ou religião? Que tipo de atividades as pessoas falantes desse idioma mais se envolvem? Quais as principais instituições de ensino ou os livros mais relevantes nessa língua? Como é a região onde vivem, como a fauna, a flora e o clima predominante? Quais os principais feriados e comemorações desses lugares? Quem são as pessoas mais famosas ou influentes falantes dessa língua, tal como escritores, cantores, atores, políticos ou outras celebridades? Quais são as obras-primas e as principais contribuições dessa cultura à humanidade?

"Ai meu Deus! Além de tudo que envolve aprender um novo idioma, o que já acho suficientemente difícil, ainda tenho que aprender tudo sobre uma cultura estrangeira? Isso é realmente necessário?" Claro que não!  Você não precisa ser necessariamente um autêntico xenófilo para aprender um novo idioma, muitas vezes você nem sabe tudo sobre a cultura do seu próprio país. Independentemente, porém do seu grau de patriotismo ou xenofilia, a verdade é que, não há como aprender uma coisa sem aprender a outra porque a língua está intrinsecamente ligada à cultura de quem a usa. Além do mais, a cultura de um país influencia substancialmente o modo de pensar e consequentemente de se comunicar de seus cidadãos.

Por isso, quanto mais conhecimento você absorver sobre a cultura de um povo, mais fácil será aprender e entender o seu idioma também. E, assim o seu cérebro criará mais facilmente conexões entre os neurônios, através das sinapses, que na verdade são, a grosso modo, as conexões ou as pontes que ligam uma informação à outra, o que por fim, ajudará tudo a fazer mais sentido em sua cabeça. Em outras palavras, você vai conseguir mais rápido e facilmente ligar o ponto A ao ponto B, sem ficar “boiando”. Você terá uma visão mais ampla e completa do quadro geral. É claro que isso só será possível se existirem informações disponíveis a serem conectadas.

Além disso, a cultura assimilada vai servir de base, de contexto ou de pano de fundo para que o aprendizado do idioma se torne o mais rico e interessante possível. Imagine como seria sem graça assistir a um filme sem trilha sonora, fotografia ou figurino, não é mesmo?

Por mais que tenhamos pressa, não é humanamente possível assimilar uma cultura e seu idioma de uma só vez. Afinal, você não é uma máquina. Numa rodovia há vários carros, mas nem todos estão na mesma pista e velocidade, apesar de estarem indo no mesmo sentido. O que quero dizer é que cada pessoa tem o seu próprio ritmo, então evite comparações com os outros alunos para não desanimar. As pessoas não são iguais, tem recursos, circunstâncias e capacidades diferentes umas e das outras, o que faz com que alguns indivíduos aprendam mais devagar do que outros. Portanto, comece devagar, acelere um pouquinho e depois diminua. Faça isso quantas vezes achar necessário, no intuito de encontrar o ritmo mais adequado à sua própria situação. Não seja negligente ou preguiçoso demais, porém não tente ser mais apressado do que todos os outros, como se isso fosse uma competição. Isso poderia se tornar muito ruim e frustrante. Não seja radical, ao contrário, seja equilibrado e tenha bom senso, sem forçar a barra.

Crie o hábito de ler mais, e na medida do possível, tente conversar sobre esses assuntos com os amigos e os familiares e com as pessoas mais educadas e cultas, como professores e outras pessoas mais experientes e viajadas do que você, das quais pode absorver alguma informação. Seja observador, pergunte, discuta e principalmente seja um bom ouvinte. Não tenha vergonha de fazer perguntas básicas, mas fundamentais para conseguir lançar um bom alicerce para um conhecimento sólido e confiável. Leia, releia, e pergunte outra vez até entender antes de avançar para o próximo passo.

Seja como uma criança: Perca a vergonha de falar e perguntar.

De todos os conselhos que eu posso dar, esse é, de longe, o melhor que tenho a oferecer: VOLTE A SER UMA CRIANÇA. Para uma criança tudo é interessante, ela quer saber tudo, como uma esponjinha curiosa, parece que só sabe perguntar: "Porquê...?". Ela é uma folha em branco. Para uma criança tudo é novidade, tem entusiasmo e energia perenes, acorda e dorme brincando. Mas olha só a técnica dela: ouve, observa e repete, imitando os adultos na fala e também nos gestos. Muitas vezes, não consegue pronunciar perfeitamente cada palavra, mas isso não a impede de continuar a falar, mesmo que seja corrigida repetidamente. Ela não é orgulhosa, não se acha mais inteligente do que os outros, não tem medo de pagar mico, aliás nem sabe o que é isso. Ao contrário dum adulto, a criança é genuinamente humilde e faz perguntas simples e bobas sem receio do que os outros vão pensar dela. É cândida, não tem malícia e fala com o coração nas mãos e por isso mesmo progride muito mais rápido do que qualquer adulto.

Uma criança lê histórias da carochinha e não Hamlet. Uma criança aprende primeiro a falar mamãe, papai, e a pedir água e comida antes de saber conjugar um verbo ou discutir filosofia. Ela bebe muito leite antes de começar a comer alimento sólido, afinal precisa esperar os dentes crescerem e mais tarde troca os dentes de leite. Portanto, aprenda primeiro a engatinhar antes de querer correr. Faça o que uma criança faz, aprenda gradativamente. Não há atalhos. Não existe uma pílula que te dê a capacidade de falar um idioma da noite para o dia, como aconteceu em Jerusalém, no ano de 33 E.C. (era comum), nos dias dos Apóstolos de Jesus Cristo, com o derramamento do Espírito Santo. Afinal de contas, os milagres cessaram desde a morte do último Apóstolo João, na ilha grega de Patmos.

Na vida real é preciso ter muita humildade, paciência, persistência, constância, observação e repetição. Portanto, ouça canções, assista a filmes e séries e pratique também o idioma com outras pessoas sempre que surgir uma oportunidade, não se acanhe. E, lembre-se, quanto mais você pratica uma atividade, mais fácil ela se torna porque a repetição é a mãe da retenção.

A humildade é necessária para que você consiga lidar bem com a correção. Deixe as pessoas te corrigirem. Aliás, peça que elas façam isso. Uma vez eu caminhava numa calçada, acompanhado de uma americana enquanto o sol estava a pino. Estávamos conversando em inglês e eu sugeri que atravessássemos a rua para a calçada do outro lado onde havia sombra. No entanto, em vez de usar a palavra “shade” para sombra, usei a palavra “shadow” que também significa sombra, porém menos apropriada para o contexto em questão. Na mesma hora, ela me interrompeu e me corrigiu. Depois disso, nunca mais me esqueci da lição, “shadow” é sim sombra, pode ser um vulto, uma pessoa que está na sua cola ou a sua própria sombra. Por outro lado, "shade” traz o sentido de proteção, esconderijo. E essa diferença sutil só pude aprender porque não tive vergonha de querer conversar com ela em seu próprio idioma e também porque ela não hesitou em me corrigir. Meses mais tarde, em outra ocasião, ela quis saber como eu tinha aprendido tão bem o inglês porque gostaria de deixar um legado para os familiares dela, que moravam no Brasil, que também soubessem o inglês tão bem assim. Claro que fiquei lisonjeado pelo elogio, ainda mais vindo de uma falante nativa do inglês.

Não desanime apesar dos erros, mas aprenda com eles

Moral da história: aprenda dos seus erros e aprimore-se. O que é melhor errar mas, saber dar a volta por cima ou nunca ter aprendido a andar por medo de cair? Quando alguém tropeça e cai na rua o que ela faz? Fica ali estatelada no chão ou se levanta o mais rapidamente possível, sacode a poeira e vai embora andando novamente, porém mais alerta agora com os percalços da rua? Portanto, não desista, se fosse assim tão fácil aprender um novo idioma, todo mundo seria poliglota. Que mérito haveria em falar outro idioma? Você certamente levará muitos tombos durante a sua jornada, porém cada vez menos, como acontece com alguém que está aprendendo a andar de bicicleta e caí, porém, não desiste e por fim acaba aprendendo. Como andar de bicicleta ou dirigir um automóvel, também acontece o mesmo ao falar um outro idioma. Em princípio é bem difícil mesmo, você se sente totalmente fora da sua zona de conforto, como um peixe fora d’água, mas com o tempo e a prática o seu cérebro acaba ligando o automático.

Seja paciente, constante e equilibrado para encontrar o seu próprio seu ritmo.

Você certamente cometerá muitos erros ao aprender um novo idioma, alguns até absurdos, mas bola pra frente, não se leve tão à sério assim. Use a oportunidade para rir de si mesmo ou levar na esportiva. Como visto, os erros são marcos mais difíceis de esquecer e, por isso, resultam em lições importantes sendo aprendidas ou pelo menos rendem boas histórias a serem contadas.

Outra coisa muito importante, não existe "eu já sei tudo, não preciso aprender mais nada". O aprendizado de uma língua não expira, ou melhor, somos eternos aprendizes. Se Luiz Camões voltasse dos mortos precisaria voltar também para a escola porque o português de hoje evoluiu através dos séculos e provavelmente ele não o reconheceria mais como sendo a sua língua.

É impossível saber tudo a respeito dum idioma porque a língua é rica, viva e está em constante transformação e, neste mundo globalizado, isso não é exclusividade da língua portuguesa. E o que podemos fazer é nos esforçar para acompanhar, seja o português ou qualquer outra língua moderna, como o inglês.

Espero sinceramente que as minhas sugestões, comentários e experiência compartilhados neste artigo sobre o aprendizado de um novo idioma se mostrem úteis ao tentar encorajá-lo a começar ou a prosseguir  em seus esforços de aprender um novo idioma. Se você gostou dessa postagem, por favor, curta o artigo por dar um “like” ou o compartilhe em sua rede social com os amigos e os seus seguidores. Assim, você também poderá me incentivar a continuar escrevendo e a compartilhar novos artigos sobre o tema.

Inclusive, aproveito o ensejo para dizer que através do site (http://www.dicasingles.com.br) tento ajudar as pessoas interessadas nesse processo desafiador, porém muito recompensador de aprender um novo idioma por trazer à tona as principais expressões idiomáticas e informais do idioma inglês com exemplos práticos, com a tradução para o português e com a pronúncia em áudio no inglês. Aproveite cada artigo publicado diariamente, se o inglês for a língua alvo que você pretende aprender ou aprimorar, e sinta-se à vontade para deixar o seu comentário.

Recapitule os pontos principais do artigo: "O que é preciso para aprender um novo idioma?"

  1. Aprenda o quanto puder sobre a cultura de quem fala o idioma alvo.
  2. Leia mais e converse com outros sobre o idioma e a cultura correspondente.
  3. Seja como uma criança: Perca a vergonha de falar e perguntar.
  4. Seja humilhe, aceite e até peça por correção.
  5. Comece pelo básico antes avançar para o próximo passo.
  6. Não desanime apesar dos erros, mas aprenda com eles.
  7. Seja paciente, constante e equilibrado para encontrar o seu próprio seu ritmo.
  8. Pratique - a repetição é a mãe da retenção.
  9. Não desista, seja persistente - vai ficar cada vez mais fácil.
  10. Evite comparações e seja diligente.
  11. Não se acomode, seja um eterno aprendiz.

[noex]